17 de agosto de 2014

Do dia ou da noite?

Se você me perguntar se eu sou uma pessoa do dia ou da noite, não vou saber o que responder.

Às vezes penso que sou do dia, pois gosto de fazer as coisas enquanto há sol. Seja sair, estudar, trabalhar, viajar, etc. Durante o dia o meu humor é bem melhor. Fico mais positiva e tranquila. De dia sou uma pessoa muito diferente do que sou à noite. Porém, detesto acordar cedo, tenho muita dificuldade. Odeio fazer qualquer coisa de manhã cedinho. E não é só pelo sono. Muito cedo da manhã fico meio tensa, meio aflita. E mesmo preferindo muito mais fazer as coisas de dia, passo muitas manhãs dormindo. O que faz o meu dia durar bem menos.

E por eu ser meio coruja - entro madrugada adentro fazendo coisas - tendo a pensar que sou da noite. Sou daquelas que acorda tarde e dorme tarde. Mas o que me faz duvidar que sou uma pessoa da noite é que o meu humor muda bastante depois que o sol se vai. Bate um banzo... Fico mais preocupada e ansiosa. Aquilo que de manhã não me incomoda, à noite me deixa perturbada. Parece que à noite tudo fica pior. Tanto é que quando estou viajando, curto bastante a viagem durante o dia, mas quando chega a noite, me bate o tal banzo, me dá uma vontade danada de voltar pra casa. Quando vou para a casa dos meus pais é do mesmo jeito. Passo o dia bem, mas quando a noite chega, me bate uma ansiedade ruim, é bem chato isso. Costuma ser pior na primeira noite, depois vai melhorando.

Pela manhã quero ganhar o mundo. Quero sair, passear, me divertir. Mas não sinto que sou uma pessoa do dia, pois odeio levantar cedo. À noite quero o meu canto. Quero me recolher e ficar quietinha. E por isso não acho que sou uma pessoa da noite, apesar de ser corujinha.

Então, pra resumir, não sou nem do dia nem da noite, sou complicada. rs...

E com vocês, como é?

2 comentários:

  1. Oi, Lis! ^^

    Muito interessante saber que você muda de humor com o período do dia, rsrs! Eu, com certeza, sou uma pessoa da noite, desde criança. O sol sempre me deu sono e cansaço, o barulho do dia sempre me amedrontou... À noite, o silêncio e a escuridão tinham/ tem gosto de liberdade, é como se eu parasse de escutar todos para poder me escutar; é quando eu sou mais ativa e criativa. Mas, ultimamente, quero mudar (e como tem sido difícil!). Quero uma vida mais saudável e participativa - e dormir o dia inteiro não me permite isso. Vc falou de uma ansiedade que dá... Eu sinto muito isso e é com hora marcada: às 5 da tarde (quando o dia tá acabando aqui) e às 5 da manhã (quando o dia está começando). Será medo do novo? Um novo dia? Uma nova noite? Sei lá, rs! Gostei muito da sua postagem, me fez refletir...
    Beijos!
    M.
    CaseiComOMundo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa ansiedade às 5 da tarde é conhecida... Estou tentando fazer novas associações com o período da noite, deixando pra fazer coisas que eu gosto neste horário. Também preciso fazer um esforço para acordar cedo, mas quando consigo fazê-lo, meu dia se torna bem mais produtivo.

      Obrigada pela visita! ;)

      Beijos!

      Excluir

Obrigada por compartilhar a sua opinião. Marque a opção "notifique-me" para ser avisado(a) quando o seu comentário for respondido. Beijos!