17 de maio de 2011

Rotina, Últimos dias e Reflexões

Aos poucos a vida vai voltando ao normal. Quase 4 meses que eu estou aqui. Agora o ano resolveu passar mais rápido, e logo o meio do ano parece chegar. Sinto-me mais adaptada, é verdade. Outra verdade, que algumas vezes duvidei, é que a gente se acostuma a ficar sozinha. Gosto do meu novo lar, aos poucos também vou me acostumando com ele. Descobri que me sinto muito mais satisfeita ao fazer várias tarefas diferentes durante o dia, dedicar pouco tempo a cada coisa parece ideal, infinitamente melhor do que passar várias horas fazendo a mesma coisa, estudando ou arrumando a casa por exemplo. Minha confiança vai voltando aos pouquinhos. Eu continuo a sonhar que vou superar tudo e ser feliz. A prática da "autogenerosidade" tem me feito bem e indico.

Nos últimos dias eu estudei bastante, foi minha prioridade. Saiu o resultado das minhas outras provas e eu passei, que alívio! Principalmente agora quero me dedicar ainda mais para as próximas, se eu me sair bem estarei de férias do curso em poucas semanas, e assim vou me dedicar a seleção do Mestrado que acontece em julho. A pós em Tradução não vai rolar esse semestre, não formou turma. O que acabou sendo uma economia de tempo e dinheiro. Esse último fim de semana recebi minha primeira hóspede, uma querida amiga, correu tudo bem. No mais sinto-me ansiosa com a proximidade do segundo semestre - indicador de que preciso de uma fonte de renda já, viver um dia de cada vez será minha estratégia para manter o emocional sob controle.

Cada dia estou mais convencida de que o ritmo frenético das pessoas da minha idade a minha volta não me atrai. Quero casa, quero pendurar uma roupa no varal, quero escrever. Quero uma caminhada na praia, quero afeto. Não quero encher meu currículo de títulos, mas a minha vida de experiências e sabedoria. Não quero cargo importante em nenhuma empresa ou instituição, quero ser doce e contribuir pro crescimento de alguém. Alguns me acharão pouco ambiciosa, eu sei, mas pra mim isso é o que conta no final.

Eu sou de pensar sobre a vida, sobre mim e sobre os outros. Eu sou de procurar o sentido, o objetivo, a moral da história. Eu sou a que observa, eu sou assim.

Espero já estar de volta a rotina.

Um ótimo dia a todos!

3 comentários:

  1. Lis,
    tudo ao final se encaixa, vai com calma.
    Bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  2. Oi Lis!
    Puxa vida, que saudade daqui.
    Estava com tantas retribuições a fazer, pouco tempo e internet lenta, que até desanimava mesmo antes de começar a blogar.

    Mas, agora (mesmo com a internet lenta ainda) estou dando conta do blog bem devagarinho...

    E aí? Tudo bem?
    Sabe, pensei muito em você nos meus primeiros dias aqui em Campo Grande. Chorei praticamente uns 4 dias direto achando que jamais me acostumaria com o nosso novo lugar para morar. Foi uma adaptação muito difícil, por isso me lembrei das suas postagens, dos seus desabafos e sentimentos.

    Muitas mudanças de uma vez só dá uma pirada na gente. Mas, nada como o nosso velho e bom amigo TEMPO para nos dar muitas respostas.

    Vou continuar lendo seus outros posts porque estou bem atrasadinha com as coisas por aqui. rs

    Um beijo e até breve!!!!
    :)

    ResponderExcluir

Obrigada por compartilhar a sua opinião. Marque a opção "notifique-me" para ser avisado(a) quando o seu comentário for respondido. Beijos!